ADEUS, BETANO? Coelho surpreende e pode fazer ‘leilão’ para novo patrocínio no Atlético

Segundo o jornalista Jorge Nicola no programa ’98 Esportes’, o Atlético está enfrentando uma fase crucial para decidir sobre seu patrocínio principal, com um impasse entre renovar ou trocar a marca estampada. Atualmente, o contrato do Alvinegro é considerado defasado, colocando-o apenas como o décimo segundo maior contrato de patrocínio master no Brasil, atrás de clubes como Cruzeiro, Flamengo, São Paulo, Palmeiras e Internacional.

O contrato atual está na faixa dos R$ 18 milhões, um valor considerado abaixo do ideal. Segundo a mesma fonte já citada, a patrocinadora atual tem um prazo curto para exercer sua cláusula de prioridade para renovar e igualar propostas de outras marcas.

A Betano que está com o Galo desde 2021, ano em que o clube conquistou o Campeonato Mineiro, Brasileirão e Copa do Brasil. Vale lembrar que em fevereiro, o Alvinegro ampliou o vínculo com a empresa, incluindo o time feminino.

Atlético irá receber aporte

Em meio a essa decisão sobre o patrocinador máster, há cerca de duas semanas, o empresário Rubens Menin, sócio majoritário da Galo Holding, anunciou que irá fazer um novo aporte no Atlético. Ele irá “inteirar” valor previsto de R$ 100 milhões, no qual o clube previa arrecadar esse valor com cotas pequenas de R$ 1 milhão com investidores.

O mecenas foi perguntado sobre a possibilidade de novos investimentos no Galo a partir de agora, cerca de 11 meses após a aprovação da SAF. Ele ressaltou também a importância desses investimentos devido aos altos juros vigentes.

“Os juros não vão cair tão rápido quanto imaginávamos. Então, temos que diminuir essa dívida de forma mais rápida. Queremos investir no futebol x. Se eu tiver mais juros para pagar, terei que investir menos para investir no futebol, ou então estoura o orçamento, que é o que já foi feito no passado. Não podemos estourar o orçamento. Para isso, precisamos ter menos despesa financeira para poder sobrar dinheiro para o futebol”, disse Rubens Menin.

Comentários estão fechados.

n