Além de Hulk, outro titular do Atlético vira dor de cabeça para Milito

Atlético e Palmeiras tiveram uma noite tensa na Arena MRV. Um dos momentos mais polêmicos do jogo da nona rodada do Campeonato Brasileiro ocorreu nos minutos finais, quando Paulinho foi atingido por uma cotovelada do lateral-direito Marcos Rocha e ambos se envolveram em uma briga.

O camisa 10 avançou na direção do ex-jogador do Galo e dirigiu palavras ofensivas a ele, além de acertar um chute na mão direita do defensor. Após o término da partida, o artilheiro foi contido pelos jogadores do Verdão, e acabou sendo expulso pelo árbitro Rodrigo José Pereira de Lima.

Além de Paulinho, seu parceiro de ataque, Hulk, também foi expulso, mas no primeiro tempo. Agora, o técnico Gabriel Milito não contará com seus dois principais jogadores no duelo diante do Vitória, no Barradão, nessa quinta-feira (20).

Atlético prejudicado?

Renata Ruel, comentarista de arbitragem da ESPN, analisou a expulsão de Hulk no confronto entre Atlético e Palmeiras. O atacante foi expulso depois de receber o cartão vermelho, que resultou de dois amarelos consecutivos por reclamação com o árbitro Rodrigo José Pereira de Lima.

Ela publicou em sua conta na rede social X (antigo Twitter) que, em sua análise, as reclamações do camisa 7 foram tão frequentes que se destacaram. O jogador recebeu o cartão vermelho aos 30 minutos do primeiro tempo, após uma falta sofrida no meio-campo.

“Desde que o jogo começou as reclamações do Hulk são extremamente acintosas. Tantas reclamações que realmente me chamaram a atenção. Aí sofre a falta, o árbitro marca e ele segue reclamando. Não é só o que se fala, mas é a forma/jeito/ação que também se torna passível de cartão”, escreveu Renata Ruel.

Comentários estão fechados.

n