André Cury não perde tempo e joia do Atlético deve ser negociada

Apesar de ter reforçado o elenco principal com a chegada de Gustavo Scarpa, o Atlético Mineiro se depara com uma novela dramáticas nas categorias de base. Dificultando a renovação com o Galo, os empresários de Isaac desejam uma supervalorização salarial para renovar seu vínculo. Contudo, a diretoria não aceita o contraproposta, e o Coritiba entra na briga para fechar com o jovem atacante.

Sobretudo, o representando do jogador, André Curry, tem oferecido o jogador de 19 para outros clubes do Brasil. Com contrato válido junto ao Atlético até abril de 2024, Isaac pode assinar um pré-contrato nos próximos dias. Presente na Série B do Campeonato Brasileiro, o Coritiba liga seus holofotes para contar com o jogador neste ano, uma vez que enxerga o garoto como peça crucial par ao retorno à elite do futebol nacional.

Por outro lado, é válido destacar que o interesse do Coxa Branca não é aleatório. De modo geral, o diretor executivo do Coritiba é Júnior Chaváre, que esteve presente no Atlético-MG, auxiliando Isaac nas categorias de base. Em contrapartida, o atacante tem despertado o interesse de Internacional, Fortaleza e Cuiabá, mas nenhuma oferta foi colocada à mesa.

Atlético-MG deve investir na permanência?

Com o futuro incerto, a diretoria do Atlético Mineiro não quer perder dinheiro como aconteceu com a venda de Savinho, hoje brilhando no Campeonato Espanhol. De modo geral, o Galo deseja lucrar o máximo possível caso algum clube decida atravessar as conversas com o garoto. Confira as façanhas do cria alvinegro:

  • Campeonato Mineiro (2023)
  • Campeonato Mineiro Juvenil (2021)
  • Campeonato Mineiro Infantil (2019)

Em resumo, na temporada atual, Isaac disputou 28 partidas, divididas entre Libertadores, Brasileirão, Brasileiro Sub-20, Copa do Brasil, Copinha e Mineiro Júnior. Como resultado de seu desempenho dentro das quatro linhas, o atleta assinou 19 gols apenas em 2023.

Comentários estão fechados.

n