Arana lembra de vexame do Galo em sua apresentação na Seleção Brasileira

Guilherme Arana, de volta à Seleção Brasileira, fez uma referência ao Galo para enfatizar a importância do Brasil ficar alerta diante da Venezuela. Agora, com a inclusão do lateral-esquerdo no time, a equipe sob o comando de Fernando Diniz enfrentará o adversário citado na noite desta quinta-feira (12), às 21h30, na Arena Pantanal, em partida válida pela terceira rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026.

Após se unir à equipe ontem, enquanto já estava em Cuiabá, Arana compareceu à coletiva de imprensa. Quando questionado sobre se a Seleção Brasileira deveria aproveitar a fragilidade da Venezuela para realizar testes, ele fez uma referência à derrota do Atlético no último domingo (8) para o Coritiba.

Na verdade, hoje em dia, não tem equipe mediana. Eu acho que a gente tem que respeitar todos os adversários. Um exemplo, no meu clube [Atlético], a gente acabou perdendo, dentro de casa, para o último colocado do Brasileiro. Então, não podemos abaixar a guarda. Acho que tem que manter a mesma seriedade. E os jogadores que estiverem dentro de campo têm que mostrar porque estão aqui”, disse Arana.

O Atlético, atualmente ocupando a nona posição na tabela do Campeonato Brasileiro, entrou em campo contra o Coritiba com a expectativa de ingressar no G6, mas o time sofreu sua primeira derrota na Arena MRV justamente contra o ex-lanterna, que agora ocupa a 19ª colocação. O Coxa venceu de virada, batendo os comandados de Felipão por 2 a 1, em uma partida válida pela 26ª rodada.

Quando Arana volta ao Galo?

Após disputar as duas partidas pelo Brasil, nos dias 12 e 17 de outubro, Arana retorna ao Galo para a partida diante do Palmeiras, no dia 19. A partida será no Allianz Parque, ás 19h.

Comentários estão fechados.

n