Athletico-PR pode usar lei do futebol para tirar pontos do Galo na Libertadores 2023

Nesta terça-feira (18), o Atlético encara um brasileiro no segundo confronto pela fase de grupos da Copa Libertadores da América, o Athletico-PR, último finalista da competição. No entanto, além da vantagem de atuar em casa, na Arena da Baixada, o Furacão pode usar uma antiga lei que parece não falhar no futebol, a “Lei do Ex”. O meia-atacante David Terans pode ser a preocupação do Galo.

O jogador que é destaque pelo clube paranaense não deixou saudade na equipe alvinegra, e em duas temporadas com a camisa do Atlético, entrou em campo apenas 33 vezes e balançou as redes em dois momentos. Em grande parte das atuações, não conseguiu mostrar seu potencial e atender às expectativas da Massa. Para o ex-técnico do Galo, Thiago Larghi, ao ‘UOL’, a adaptação pode ter pesado.

“Era um jogador com potencial de desenvolvimento, que a gente entendia que tinha uma boa finalização, um bom chute de curta, média e longa distância. Mas era um jogador jovem, que precisava ainda se adaptar. Eu lembro que ele teve dificuldade com a comunicação, pois ele não tinha tido experiências fora do país e nem havia jogado em um grande clube uruguaio. Ele teve oportunidades gradativas, porque a adaptação dele não foi fácil, também no aspecto cultural”.

Terans se livra de passado negativo no Galo

Sem grandes oportunidades no Galo, Terans foi emprestado em 2020 ao Peñarol-URU, time que balançou as redes 18 vezes em 43 confrontos. Com um novo destaque, o jogador começou a ser observado pelo Athletico-PR, que comprou o meia em 2021 por R$ 7,5 milhões. Ao lado do Furacão, o atleta também surpreendeu a torcida, e foi nome importante na conquista da Copa Sul-Americana.

Em 2022, ainda não era prioridade ao comando do técnico Felipão, no entanto, acumulou os melhores números da carreira, balançando as redes 17 vezes e proporcionando nove assistências. Além disso, foi decisivo ao elenco, saindo do banco de reservas e garantindo o gol no Palmeiras, consequentemente, a vaga para a decisão da Copa Libertadores.

Comentários estão fechados.

n