Atlético-MG contratou atacante para fazer o papel de Jô em 2013

O atacante Paulinho está em estado de graça com a torcida do Atlético-MG. Com os dois gols marcados na vitória sobre o Athletico-PR por 2 a 1, pela fase de grupos da Libertadores, o camisa 10 chegou a sete tentos na competição, o mesmo número de Jô, em 2013, no ano do título.

Das sete vezes em que balançou as redes, quatro ocorreram nas fases eliminatórias do torneio, mostrando sua efetividade em momentos decisivos. Já na fase de grupos, marcou três vezes, todos contra o Furacão.

Bom ressaltar que com esses gols, Paulinho também retomou a artilharia da Libertadores, ao ultrapassar Pabón, do Atlético Nacional, da Colômbia, que tem seis bolas na rede. O atacante colombiano entra em campo nesta quarta-feira (24), diante do Melgar, do Peru, fora de casa.

Críticas ao Mineirão

Paulinho, assim como vários jogadores, expressou de forma contundente sua insatisfação em relação ao estado do gramado do Mineirão. Em entrevista após a vitória sobre os paranaenses, ele fez questão de ressaltar que o campo do Gigante da Pampulha estava em condições precárias, utilizando uma forte expressão.

Um jogo difícil, principalmente com esse campo. Me desculpe a palavra, mas está uma merda. (…) Tem que enaltecer o trabalho do time, da equipe, que, com as circunstâncias de hoje, precisou de muita raça, muita vontade, de ganhar as segundas bolas – algo importante em um campo ruim desse, do Mineirão“, disse o atacante.

O estado do gramado tem sido motivo de reclamação por parte dos jogadores, devido à sua irregularidade e à presença de buracos. Isso se deve ao fato de ter ocorrido um show no estádio no último sábado (20).

Comentários estão fechados.

n