Atlético-MG emite nota e confirma demissão: Motivo é surpreendente!

O Atlético-MG comunicou a saída do diretor de comunicação André Lamounier por meio de um comunicado divulgado nesta última quarta-feira (3). O clube afirmou que a decisão foi pessoal, visando preservar sua família e a instituição.

O profissional foi criticado após seu filho e um amigo dele receberem chuteiras do meia-atacante Bernard durante a apresentação do reforço antes da partida contra o Fortaleza, na Arena MRV, no dia 23 de junho. Em resposta, o Galo afirmou que, logo após o incidente, ele informou o caso à diretoria executiva e ao compliance, responsável por garantir o cumprimento das normas legais e regulamentares da empresa.

Contudo, o Atlético-MG negou ter realizado qualquer investigação sobre a conduta do diretor neste contexto. Veja parte da nota:

“Em primeiro lugar, é importante deixar claro que não são verdadeiras as informações de que há ou houve investigação no compliance sobre a conduta do diretor André Lamounier. O compliance do Clube é um órgão que não tem poderes investigativos. Ele simplesmente acolhe denúncias e as encaminha para o Conselho de Administração.

Além do mais, importante destacar que o fato foi comunicado pelo diretor ao compliance e à diretoria executiva no momento adequado, e logo após o ocorrido. Além disso, pediu desculpas pelos acontecimentos.”

Desgaste no Atlético-MG

André Lamounier já tinha sido alvo de críticas por parte de torcedores do Atlético-MG em outras ocasiões. A mais recente ocorreu quando ele provocou o Cruzeiro às vésperas do primeiro clássico entre os times na Arena MRV.

Alguns dias depois dessa fala, o Galo foi derrotado no clássico por 1 a 0 em 22 de outubro do ano passado, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. No jogo seguinte, um grupo de torcedores pediu a saída do diretor exibindo uma faixa de protesto.

Comentários estão fechados.

n