Atlético-MG repete feito de City de Pep Guardiola na Libertadores 2023

O Atlético-MG venceu o Athletico-PR de forma dominante pela fase de grupos da Libertadores, ao melhor estilo Pep Guardiola. Segundo dados da própria Conmebol, o Alvinegro teve 72% de posse de bola, com 581 passes completos, contra apenas 235 do Furacão.

Apesar de sofrer um gol de Alex Santana no segundo tempo e ficar em desvantagem, o Galo mostrou poder de reação. Foi o camisa 10 Paulinho quem se destacou, marcando os dois gols da vitória. O técnico Eduardo Coudet criticou o estado do gramado, mas elogiou a equipe.

Com respeito ao jogo, acho que fizemos um grande jogo, outra vez, com a dificuldade do campo de jogo, que foi difícil. Mas sabíamos que tínhamos que superar as condições. Acho que fomos os justos ganhadores hoje, pelo desempenho, por sempre buscar. O torcedor, sinto que hoje se sente identificado e crê no time, que pode ganhar. A gente mudou depois do gol do Paranaense, quando mais precisávamos. O time continuou jogando…”, disse.

Invencibilidade mantida

Com a vitória sobre o Athletico-PR, o Atlético continua sem nunca ter perdido para equipes brasileiras jogando como mandante na Libertadores. São 13 partidas ao todo, com oito empates e cinco vitórias.

Vale lembrar que essa é a segunda vitória em casa contra o Furacão na história da Libertadores. A primeira ocorreu em 2000, durante as oitavas de final, quando o Galo venceu o rival por 1 a 0 no Mineirão. Apesar de ter perdido por 2 a 1 na volta, o Alvinegro classificou nos pênaltis.

Duas das outras três vitórias vieram em 2013, diante do São Paulo, sendo uma na fase de grupos (2 a 1) e uma nas oitavas de final (4 a 1). Em 2016, também contra o Tricolor, novo triunfo por 2 a 1, nas quartas de final, mas não o suficiente para avançar a próxima fase.

Comentários estão fechados.

n