Atlético-MG toma linda atitude para consertar problemas na Arena MRV

O segundo evento de inauguração da Arena MRV, o “Lendas do Galo”, apesar de ter sido histórico, contou com alguns problemas de operação, o que é normal para um teste. Um dos ponto mais críticos foi em relação a um “ponto cego” no setor Inter Sul.

Nas redes sociais, torcedores compartilharam imagens que evidenciam a dificuldade em visualizar uma parte do campo durante o jogo, principalmente à obstrução da visão do gol. Além disso, cadeirantes também enfrentaram problemas para assistir à partida, o que levantou preocupações sobre a acessibilidade do evento.

Com isso, o Atlético-MG fez uma reunião para definir alguns pontos a serem melhorados na questão da acessibilidade. Bom ressaltar que não foi em todos os setores do estádio que ocorreu esse problema.

Vale lembrar que a Arena MRV conta com 460 espaços destinados a cadeirantes, cada um acompanhado de um assento para um acompanhante. O coordenador do projeto do estádio na Farkasvölgyi Arquitetura, Klauss Oliveira, destaca que esses espaços foram projetados com foco em proporcionar conforto, segurança e uma ótima visibilidade para esses torcedores.

Existiu uma preocupação tanto da equipe de arquitetura como da equipe de trânsito, da equipe que tratou a acessibilidade da Arena, de como que esse torcedor chegaria à Arena MRV, seja vindo de metrô ou de ônibus, sem cruzar com veículos, sempre através de passarelas ou calçadas e passeios mais largos que possam comportar esse público sempre com segurança e tranquilidade…”, disse.

Quando será o próximo evento?

Passado o evento das lendas, a Arena MRV terá dois shows no começo de setembro. A dupla sertaneja Jorge e Matheus no dia 6 de setemebro e a banda Maroon Five três dias depois.

Comentários estão fechados.

n