Atlético-MG usa carta na manga para não perder receita milionária

O atual campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG, recebeu um investimento milionário, tanto para a formação do elenco campeão, quanto para dar início às obras de seu estádio próprio, a Arena MRV. Rubens Menin, um dos nomes do Atlético atualmente, doou o terreno que foi avaliado em aproximadamente R$ 50 milhões.

A primeira metade das obras, só foi possível graças a venda de 50,1% do Shopping Diamond Mall, propriedade do Galo. Atualmente, a Arena MRV, futura casa do Galo, e sonho antigo do atleticano, já está mais de 50% concluída, e tem previsão de inauguração para o aniversário do clube, em 2023, contando com jogos e shows comemorativos.

Galo quer reduzir drasticamente as dívidas

Contudo, visando tornar o clube mais sustentável, e penando em diminuir as dívidas do clube que giram em torno de R$ 1,3 bilhões, os dirigentes colocaram em votação a venda da segunda parte do shopping, restantes 49,9%, e foi aprovada. Sérgio Coelho, presidente do clube, se mostrou extremamente satisfeito, e diz que o direcionamento do dinheiro será para as dívidas onerosas do clube.

A projeção do clube é arrecadar um valor acima de R$ 300 milhões, e consegui diminuir em até R$ 50 milhões o prejuízo anual pela dívida por juros, encargos e multas.

“É bom para a saúde financeira do Atlético, para dar tranquilidade maior para equacionar, ter menos juros para pagar, poder concentrar mais nas despesas do próprio clube. Próximo passo é trabalhar a venda, não tem nada vendido ainda. Estávamos esperando essa autorização. Tem investidores que manifestaram interesse. Vamos conversar” – comentou Ricardo Guimarães, ex-presidente do clube.

Outra opção que o Atlético vem estudando, é sobre a sede de Lourdes, que entre as possibilidades de uso do local, pode se transformar em uma torre residencial, ou comercial. Vale ressaltar, que toda a administração que está no local, e os troféus, ganharam espaço no próprio estádio, reduzindo mais uma dívida. A sede do Galo pode ser avaliada entre R$ 25 milhões e R$ 35 milhões.

Comentários estão fechados.

n