Atlético repete acontecimento vergonhoso e assusta torcida

O Atlético concedeu 23 gols em 14 partidas no Campeonato Brasileiro deste ano, marcando o pior desempenho defensivo do clube desde 2011, quando sofreu 25 bolas na rede no mesmo período. Naquela temporada, o time lutou contra o rebaixamento até as últimas rodadas, encerrando o campeonato em 15º lugar com um total de 60 tentos sofridos, sendo a quarta defesa mais vazada, superando apenas os rebaixados Avaí (75), América (69) e Ceará (64).

Este ano, a situação não é alarmante. O Galo ocupa a 12ª posição, somando 18 pontos, seis a mais que o Corinthians, que é o primeiro time na zona de rebaixamento, mas os números recentes servem como um alerta, já que a equipe sofreu sete gols nos últimos dois jogos e possui a terceira defesa mais vazada nesta edição do campeonato.

As ausências têm sido um fardo para o técnico Gabriel Milito, impactando negativamente os resultados positivos que o time havia conquistado no início do seu trabalho. Além disso, jogar com um jogador a menos durante grande parte dos jogos nas derrotas por 4 a 0 para o Palmeiras, 4 a 2 para o Flamengo e 3 a 0 para o Botafogo tem contribuído significativamente para as dificuldades defensivas da equipe.

Atlético em outros anos

Em 2024, o Atlético tem sofrido um número de gols muito superior ao que está acostumado. Nos últimos três anos, por exemplo, o máximo de tentos sofridos nos primeiros 14 jogos foi de 16.

A equipe só ultrapassou a marca de 20 gols cedidos em 2018 e 2016. Por outro lado, as temporadas de 2021 e 2012 foram marcadas pela melhor defesa, com apenas 10 tentos sofridos pelo Galo.

Comentários estão fechados.

n