Bomba: Atlético-MG recebe notícia urgente envolvendo Fausto Vera

O Atlético-MG ainda tem interesse no volante Fausto Vera, mas enfrenta dificuldades devido à fase conturbada que o Corinthians está vivendo. Segundo a ‘Itatiaia‘, o clube paulista está “uma verdadeira bagunça”.

De acordo com a rádio, o argentino já sinalizou positivamente para o Galo. Além disso, expressou claramente o desejo de voltar a ser treinado pelo técnico Gabriel Milito.

Fausto Vera que chegou a ser capitão sob o comando do atual treinador do Atlético-MG quando jogava pelo Argentinos Juniors. Atualmente, o meio-campista tem sido pouco aproveitado pelo técnico do Corinthians, António de Oliveira.

O “hermano” teve um bom começo no time paulista, mas acabou perdendo espaço ao longo de 2023, tornando-se reserva da equipe. Este ano, ele participou de 23 partidas, acumulando 773 minutos em campo, com um gol marcado e uma assistência.

Atlético-MG irá receber aporte milionário

A Galo Holding, que possui a maior parte das ações da SAF do Atlético-MG, está prestes a receber um novo investimento de R$ 100 milhões. Esse valor corresponde à participação do FIGA (Fundo de Investimento do Galo) e será realizado por Rubens Menin, o principal investidor do clube.

Conforme revelado pelo empresário ao ‘ge’, o montante necessário não foi alcançado pelo fundo. Portanto, conforme planejado desde a aprovação da criação da Sociedade Anônima, ele fará o novo investimento.

Rubens Menin justifica a necessidade desse aporte adicional devido às altas taxas de juros das dívidas do Galo e seu desejo de reduzir rapidamente esse endividamento. Isso permitirá, no futuro, que o clube tenha mais recursos para investir no futebol.

”Então, esse aporte vai ser super relevante. Ele não seria necessário se os juros caíssem de forma mais rápida, mas toda vez que os juros demoram a cair, se você não fizer o aporte, você tem mais despesa financeira. Então, nós botaremos mais dinheiro para diminuir a dívida mais rápido. Nada mais simples do que isso. Os juros não vão cair tão rápido quanto imaginávamos. Então, temos que diminuir essa dívida de forma mais rápida”, disse Rubens Menin.

Comentários estão fechados.

n