Bomba: Torcida Galoucura põe diretoria do Atlético contra parede

A Galoucura, a maior torcida organizada do Atlético, realizou uma reunião com a diretoria do clube na última terça-feira (9) para discutir o momento atual da equipe. Após as conversas, os membros decidiram oferecer um “apoio irrestrito” nas arquibancadas.

Em um comunicado, a organizada declarou ter feito cobranças à diretoria, destacando o “planejamento arriscado” para este ano, questões sobre renovações e o tamanho reduzido do elenco. No entanto, a torcida também ponderou sobre aspectos que, segundo eles, estão além do controle direto do clube.

A Galoucura se comprometeu a oferecer apoio ao Galo durante o restante da temporada. Além disso, afirmou que estará vigilante para fiscalizar o clube e questionar qualquer aspecto considerado inadequado.

“(…) Concluímos que esse é o momento de apoio irrestrito ao Clube nas arquibancadas e que estamos fechados com o treinador Gabriel Milito e com todo o elenco do Galo para o restante da temporada, seja em jogos dentro ou fora de casa, para buscarmos juntos todos os nossos objetivos

Ressaltamos que a Galoucura irá continuar se portando, como sempre se portou, como órgão fiscalizador do Clube e questionará tudo aquilo que julgar estar errado ou aquém do que esperamos para o nosso Glorioso Clube Atlético Mineiro”, diz um trecho do comunicado.

Atlético vive momento turbulento

O Atlético enfrenta dificuldades em campo atualmente. Com diversos jogadores ausentes há várias rodadas, a equipe não conquistou vitórias nos últimos três jogos – sofreu derrotas por 3 a 0 para o Botafogo no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, e por 4 a 2 para o Flamengo na Arena MRV, ambas pelo Campeonato Brasileiro.

O Galo está em 12º lugar, com 18 pontos. Vale lembrar que o time ainda possui um jogo a menos, diante do Grêmio.

Comentários estão fechados.

n