Confira a provável escalação do Ceará para o jogo contra o Atlético-MG

Em mais um desafio pelo Campeonato Brasileiro, o Atlético chega até Fortaleza para enfrentar o Ceará, nesta quarta-feira (15), às 19h na Arena Castelão. Vindo de uma sequência negativa, e de um momento conturbado da torcida com o treinador, a motivação da equipe para vencer a partida é intensa. O atual campeão da competição, o Atlético-MG, está na sexta colocação, com 17 pontos.

Nas últimas três partidas, o Atlético-MG não conquistou nenhuma vitória; empatou em 0 a 0 com o Palmeiras, no Allianz Parque, foi derrotado, após goleada (5 a 3), no Maracanã, que enfatizou as falhas na defesa do Atlético, e ainda empatou contra o Santos, em 1 a 1, atuando em casa. A torcida não se mostrou nada satisfeita com a atuação da equipe, e principalmente com o trabalho do técnico.

O treinador Turco Mohamed, chegou ao Atlético com a missão de dar continuidade ao trabalho de Cuca, que deixou o clube após as conquistas de 2021. A experiência com El Turco não tem sido satisfatória a torcida, que pede sua saída. O adversário do Galo, terá a estreia do novo treinador, Marquinhos Santos; quem estava no comando do Ceará, era Dorival, que se demitiu para assumir o Flamengo.

Desafios do Atlético na partida

Além de lidar com o colombiano Stiven Mendoza, vice-artilheiro da competição, vivendo o momento mais goleador de sua história, precisa atuar em um campo que pode atrapalhar suas jogadas. O estádio recebeu até uma inspeção da Conmebol para avaliar o gramado, que piorou ainda mais após as chuvas em Fortaleza na última semana.

O novo técnico do Ceará, precisa pensar em uma escalação estratégica, pois terá desfalques; o goleiro João Ricardo cumprirá suspensão, por ter recebido o terceiro cartão amarelo, e o lateral-esquerdo Bruno Pacheco que foi expulso. Ainda há os lesionados ou em readaptação física; como Luiz Otávio e Lima, Dentinho, Léo Rafael e Jael.

Uma possível opção que deve enfrentar o Galo, é Vinicius Machado; Nino Paraíba, Messias, Gabriel Lacerda e Victor Luis; Richard, Richardson e Fernando Sobral; Vina, Mendoza e Cléber (Matheus Peixoto). 

Comentários estão fechados.

n