Conheça o funcionário do Galo que foi exigido por Neymar

O atacante Neymar irá precisar fazer uma cirurgia para reparação dos ligamentos do tornozelo direito e, com isso, se ausentará dos gramados de três a quatro meses. O procedimento terá apoio do médico do Galo, Rodrigo Lasmar, que também é profissional da Seleção Brasileira.

Vale lembrar que Lasmar já operou o atacante em 2018, quando o craque teve uma fratura no quinto metatarso. No final do ano passado, ao O TEMPO Sports, o médico contou os detalhes da cirurgia que foi realizada no Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte.

Ele conta que tal cirurgia foi carregada de muita pressão, pelo fato de faltar três meses para a Copa do Mundo da Rússia. Além disso, conta que ficou muito feliz com a decisão de Neymar em tratar sua contusão no Brasil, sendo que poderia ter escolhido qualquer lugar do mundo.

“(…) E por vontade própria do jogador, uma decisão dele (Neymar), veio operar conosco aqui em Belo Horizonte. Então isso fortalece muito a medicina brasileira, a medicina esportiva mineira. É um orgulho não só para mim, mas eu acredito que pelas manifestações de todos os colegas, que todo mundo fica muito satisfeito em mostrar que nós temos qualidade. E nós conseguimos ter uma medicina de primeiro mundo aqui“, disse.

Rodrigo Lasmar está a serviço do Brasil desde 2001, quando foi convocado por Runco e Leão era o treinador. Desde então, não saiu mais, tendo participado da comissão no pentacampeonato em 2002.

Não convocação

Pela entorse no tornozelo direito, Neymar acabou não sendo chamado pelo treinador interino da Seleção Brasileira, Ramon Menezes. A lista foi divulgada na semana passada para o amistoso diante do Marrocos, no dia 25 de março.

Comentários estão fechados.

n