Defesa irretocável! Galo estaria brigando pelo título caso não fossem seus atacantes

Nos últimos cinco jogos disputados, o Atlético-MG conquistou três vitórias, um empate e uma derrota. Nesse ínterim, os sistemas ofensivos e defensivos da equipe de Felipão se aliaram e fizeram com que as chances de vaga para a Libertadores do ano que vem aumentassem. No entanto, a situação seria diferente se não fossem as participações de seus atacantes.

De acordo com o Departamento de Matemática da UFMG, as chances de o Atlético-MG marcar presença na Conmebol Libertadores 2024 subiu para 29,8%. Mas como isso foi possível? Simples, a defesa do Galo se sobrepôs aos adversários e se firmou como a 3ª melhor do Brasileirão. No mais, o sistema denfensivo fica atrás apenas no líder, Botafogo e do Palmeiras.

  • 1ª Melhor defesa do Brasileirão: Botafogo – 14 gols sofridos
  • 2ª Melhor defesa do Brasileirão: Palmeiras – 17 gols sofridos
  • 3ª Melhor defesa do Brasileirão: Atlético-MG – 19 gols sofridos
  • 4ª Melhor defesa do Brasileirão: Cruzeiro – 20 gols sofridos
  • 5ª Melhor defesa do Brasileirão: RB Bragantino – 21 gols sofridos

Por outro lado, apesar de estarem conseguindo empurrar a bola para o fundo das redes adversárias, a pontaria dos atacantes do Galo vem deixando a desejar. Atualmente, o Atlético-MG é detentor do 8ª pior ataque do Campeonato Brasilerio.

  • 1º Pior ataque da Série A: Internacional – 19 gols marcados
  • 2º Pior ataque da Série A: Goiás – 20 gols marcados
  • 3º Pior ataque da Série A: Vasco – 20 gols marcados
  • 4º Pior ataque da Série A: Santos – 23 gols marcados
  • 5º Pior ataque da Série A: Cruzeiro – 23 gols marcados
  • 6º Pior ataque da Série A: Cuiabá – 23 gols marcados
  • 7º Pior ataque da Série A: Coritiba – 23 gols marcados
  • 8º Pior ataque da Série A: Atlético-MG – 26 gols marcados
  • 9º Pior ataque da Série A: São Paulo – 26 gols marcados
  • 10º Pior ataque da Série A: América-MG – 26 gols marcados

Galo e suas possibilidades

Nem tudo está perdido, mas se não fosse a falta de pontaria dos jogadores do Galo a situação poderia ser outra. O departamento da matemática fez questão de calcular todas as possibilidades envolvendo o Atlético-MG.

Sobretudo, o time de Felipão possui 0,15% de faturar o Campeonato Brasileiro. Por outro lado, as chances de ser rebaixado chegam a 0,39%. Por fim, a UFMG afirma que a maior probabilidade é de que o Atlético-MG esteja presente na Sul-Americana de 2024, com chances reais de 61%.

  • Chances de títula da Série A: 0,15% de chance
  • Chances de ir à Libertadores: 29,8% de chances
  • Chance de ir à Sul-Americana: 61% de chances
  • Chances de rebaixamento: 0,39% de chance

Comentários estão fechados.

n