Eduardo Coudet dispensa campeão pela Seleção Brasileira

Os pedidos desenfreados de Eduardo Coudet à diretoria podem causar efeitos contrários negativos dentro da Cidade do Galo. Sempre que um jogador chega, é porque algum outro não agrada/está machucado. Foi o caso da contratação de Rodrigo Battaglia – Allan lesionado – e Renzo Saravia – Mariano se recuperava de lesão. Os dois já fizeram boas atuações com a camisa do Atlético.

O volante argentino, inclusive, recebeu pedidos da massa atleticana para iniciar o confronto do Campeonato Brasileiro, diante do Santos, pela segunda rodada. O Galo empatou sem gols e o lateral Saravia esteve entre os alvos dos críticos. A lateral, ainda mais sem Guilherme Arana, é um dos problemas que Eduardo Coudet não encontrou alternativas.

Dá jogo?

Na direita, porém, a resposta pode aparecer das categorias de base. O jovem Vitinho, de 17 anos, atuou em apenas uma partida com os profissionais na vitória sobre o Democrata SL, por conta da desconfiança do já emprestado Paulo Henrique, e não voltou a campo sob a tutela de Chacho.

O que não impediu a trajetória do lateral-direito na própria base. No último domingo, Vitinho foi campeão do Sul-Americano pela Seleção Brasileira ao bater a Argentina por 2 a 1. O jovem do Galo pisou no gramado em cinco dos oito jogos, além da grande decisão contra os hermanos.

A utilização de Mariano e Saravia, mesmo que não convença, parece ser mantida pelo comandante do Atlético. Assim, Vitinho tem tempo de sobra para completar a formação, porém, nunca se sabe. O rendimento do Maior de Minas segue longe do ideal e a base pode ser fundamental.

Oportunidade

Atualmente, o elenco conta com seis jogadores formados no próprio Galo: Jemerson, Nathan Silva, Rubens, Paulo Vitor, Cadu e Isaac. Os últimos três subiram recentemente por conta da posição conservadora da diretoria no mercado. Até porque há uma dívida em torno de R$ 1,5 bilhão a ser quitada.

Comentários estão fechados.

n