Esses números sobre o Atlético vão te fazer CHORAR de raiva

O Atlético tem enfrentado críticas pelo desempenho de seu sistema defensivo no Campeonato Brasileiro, com vinte gols sofridos em treze partidas e três goleadas nos últimos seis jogos, incluindo duas em casa. Os números são ainda mais preocupantes ao serem comparados com a temporada passada, já que em treze partidas, o time já sofreu 62% dos gols que levou ao longo de todo o campeonato do ano passado.

Do status de segunda melhor defesa da Série A de 2023, o Galo agora figura como a quarta mais vazada após treze jogos, uma quantidade menor do que a maioria dos times. Contra o Flamengo, o Alvinegro sofreu outra goleada, a terceira no torneio, após perder por 4 a 0 para o Palmeiras e 4 a 2 para o Vitória, e esses resultados têm gerado preocupação na comissão técnica, que reconhece a necessidade urgente de corrigir esses problemas.

“O aspecto defensivo não foi sólido hoje. É algo que me preocupa muito. A facilidade que eles criaram os gols. Os primeiros dois arremates do Flamengo terminaram em gols. E isso fez que o jogo tivesse outro desenho. É um tema que temos que resolver de maneira urgente para sermos mais competitivos durante os jogos. Falaremos sobre isso e tentaremos melhorar”, disse Gabriel Milito.

Problemas do Atlético

Durante o mês passado, o Atlético enfrentou desfalques significativos em seu elenco, já que o time viu saídas importantes como Guilherme Arana, Alan Franco e Eduardo Vargas. A ausência do lateral teve um impacto direto em outras posições, resultando na adaptação de Scarpa para diferentes lados do campo, e além disso, Jemerson, titular na defesa, foi negociado durante esse período.

Recentemente, a lista de desfalques do Galo aumentou com as lesões de Lemos e Saravia, porém houve um retorno importante com o volante Otávio. Agora, a situação se agrava com a ausência prolongada de Everson, que já perdeu os últimos três jogos devido a uma fratura exposta no dedo e deve continuar fora da equipe.

Comentários estão fechados.

n