Estão de saída? Atlético corre o risco de perder cinco jogadores de graça

Com a chegada de julho, cinco jogadores do Atlético entram na fase final de seus contratos com o clube. Esses jogadores têm diferentes níveis de importância para o time, e três deles podem, a partir dessa segunda-feira (1), assinar pré-contratos com outras equipes.

O zagueiro Bruno Fuchs e o meia Robert estão emprestados ao Galo até dezembro, pelo CSKA (Rússia) e Athletic (Espanha), respectivamente. A diretoria alvinegra pretende avaliar a situação da dupla mais perto do final da temporada, levando em conta o desempenho que apresentarem em campo.

Os outros três jogadores têm contrato com o Atlético até 31 de dezembro. São eles o lateral-direito Mariano, de 38 anos, e os atacantes Alan Kardec, de 35 anos, e Eduardo Vargas, de 34 anos, que também estão chegando ao fim de seus vínculos em Belo Horizonte com a camisa preta e branca.

Nesse cenário, qualquer um dos três jogadores pode assinar um pré-contrato com outra equipe a partir de janeiro do próximo ano, sem custos de transferência. Especificamente em relação aos atacantes, existe a possibilidade de o Galo optar por uma rescisão amigável antes do término do contrato.

Meia deixa o Atlético

O empate em 1 a 1 entre Atlético e Atlético-GO marcou a partida de despedida do meia Pedrinho, que está deixando o clube para retornar ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Após o jogo, o jogador expressou que desejava continuar no Alvinegro.

“Tentamos estender o contrato até o fim do ano, mas o Shakhtar pediu para eu voltar, queria muito que eu jogasse lá. Meu desejo era ficar para ajudar o Galo, mas tenho contrato lá e tenho que respeitar meu outro clube”, disse Pedrinho.

Comentários estão fechados.

n