Ex-jogador do Galo frustrou os planos da Seleção Brasileira

Nesta quinta-feira (12), a Seleção Brasileira enfrentou a Venezuela em jogo válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, na Arena Pantanal. Com um elenco favorito, os jogadores comandados pelo técnico Fernando Diniz não conseguiram atingir bom resultado e empataram em 1 a 1. O baixo rendimento do Brasil teve contribuição de um ex-jogador do Galo.

A princípio, Gabriel Magalhães abriu o marcador com um gol de cabeça, após Neymar cobrar escanteio. No entanto, na reta final do segundo tempo, Eduard Bello fez um lindo gol que garantiu o empate para a Venezuela. Todavia, a façanha da equipe do técnico Fernando Batista só possível graças a assistência de Jefferson Savarino, ex-atacante do Atlético-MG.

Atualmente no Real Salt Lake, dos Estados Unidos, o venezuelano disputou 99 partidas com a camisa do Galo, tendo contribuído com 21 gols e 19 assistências. Como consequência de seu desempenho no Atlético-MG, Savarino conquistou: a Copa do Brasil (2021), Campeonato Brasileiro (2021), Supercopa do Brasil (2022) e três Campeonatos Mineiros (2020, 2021 e 2022).

Próximos passos da Seleção Brasileira

Com o tropeço diante da Venezuela, a Seleção Brasileira passou a ocupar a segunda colocação das Eliminatórias da Copa do Mundo Fifa. O primeiro lugar é ocupado pela Argentina, que possui 100% de aproveitamento, com três vitórias e 9 pontos, dois a mais que o Brasil. Apesar da vantagem, ambas as equipes voltam a se encontrar ainda neste ano. Confira os jogos da delegação canarinha em 2023:

  • 17/10 – Uruguai x Brasil – Centenário, às 21h
  • 16/11 – Colômbia x Brasil – Roberto Melendez Metropolitan Stadium, às 21h
  • 21/11 – Brasil x Argentina – Maracanã, às 21h30

Comentários estão fechados.

n