Felipão é avisado e técnico não vai mais comandar o Galo

O Atlético-MG foi derrotado por 1 a 0 para o Vasco, na manhã deste domingo (20), no Maracanã, em confronto válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto apesar da derrota ter caído nas costas do técnico Felipão, o treinador não foi o responsável por comandar a equipe na beira do campo.

Na oportunidade o time do Galo foi dirigido pelo auxiliar técnico Carlos Pracidelli, uma vez que Felipão estava suspenso por conta de uma determinação imposta pelo STJD.

Inicialmente a justiça penalizou o treinador do Atlético-MG com dois jogos fora do comando do time. No entanto o Galo conseguiu um efeito suspensivo e Felipão poderá estar a frente da equipe já no próximo compromisso, diante do Santos, no domingo (27), às 18h30.

Deste modo, com o retorno do treinador, Pracideli passa o bastão e não irá mais dirigir o time do Atlético-MG.

Felipão está na corda bamba no Galo

Apesar de reassumir o comando do Galo, Felipão não está bem visto pela torcida alvinegra. Isto porque o desempenho do time com o treinador até aqui é pífio. Desde que chegou ao Atlético-MG, o técnico acumula 13 jogos disputados, com duas vitórias, cinco empates e seis derrotas – um aproveitamento de 28%.

Contra o Santos, portanto, Felipão terá a missão de vencer o primeiro duelo do Galo na Arena MRV. O estádio do Atlético-MG, finalmente, será inaugurado após aprovação da Câmara de Vereadores e a expectativa da diretoria e da torcida é de dar o pontapé na nova casa com vitória.

Comentários estão fechados.

n