Felipão faz comentário confuso após derrota do Galo no clássico

O técnico Felipão declarou que não precisa se justificar após a performance abaixo do esperado do Galo na derrota para o América, no último domingo (17), no Independência. Apesar do revés por 2 a 1, o Alvinegro assegurou sua vaga na final do Campeonato Mineiro graças à vitória por 2 a 0 no jogo de ida, realizado na Arena MRV.

Quando questionado sobre a mudança de posicionamento de Paulinho, que iniciou na ponta e depois foi centralizado, e Gustavo Scarpa, que estava jogando pela esquerda no primeiro tempo e foi deslocado com a entrada de Rubens, o gaúcho optou por não entrar em detalhes sobre a escalação inicial. Sua explicação inclusive, foi bem confusa.

“Eu concordo com vocês [imprensa] e com o torcedor [pelas críticas sobre posicionamento de Paulinho e Scarpa]. A análise que ele [torcedor] faz é a análise que ele entende, não é a análise que nós entendemos. Nós temos que entender o torcedor e espero que vocês também entendam o técnico. O técnico não tem o que explicar. Os dias da semana são trabalhados com esses atletas, e nós colocamos o que temos de melhor nas posições que achamos corretas”, disse Felipão.

O desempenho do Atlético na primeira etapa ficou aquém das expectativas, mas a equipe começou a se recuperar no início do segundo tempo, especialmente com o gol marcado por Paulinho. A substituição de Igor Gomes por Rubens ajustou a formação do time, o que acabou resultando no tento que garantiu a classificação alvinegra.

Galo tem tempo para ajustes

Devido à Data FIFA, o Galo terá quase duas semanas de intervalo até sua próxima partida. O time voltará a jogar no dia 30 de março, enfrentando o Cruzeiro na Arena MRV, pelo jogo de ida da final do Campeonato Mineiro.

Comentários estão fechados.

n