Galo é notificado pela Conmebol e Paulinho não jogará pelo alvinegro

O Galo terá uma baixa importante na partida contra o Alianza Lima, do Peru, pela terceira rodada do Grupo G da Copa Libertadores. O atacante Paulinho recebeu o terceiro cartão amarelo no principal torneio do continente e está suspenso contra os peruanos.

Durante a partida contra o Athletico-PR, o camisa 10 se envolveu em uma jogada controversa durante um escanteio na primeira metade do jogo. Depois de um desvio de cabeça de um adversário, a bola tocou na barriga do atacante e, em seguida, no braço, gerando polêmica sobre a possibilidade de ser considerada uma jogada de mão na área.

Depois de uma extensa revisão pelo VAR, o árbitro Pablo Echavarria sinalizou a penalidade. O ex-jogador do Atlético, David Terans, bateu com maestria e aumentou a vantagem para 2 a 0 – na etapa final Paulinho ainda deixou sua marca, diminuindo para o Alvinegro, e se isolando como artilheiro da Libertadores, com cinco gols.

Hulk fala sobre pênalti

O atacante Hulk, capitão da equipe, foi um dos que reclamaram da penalidade cometida por Paulinho. Segundo ele, o seu parceiro de ataque estava muito próximo da bola no lance, e também afirmou que o quarto árbitro compartilhou da mesma opinião.

O Paulinho estava muito em cima, e eu falei com o quarto árbitro: ‘professor, na regra, se estiver muito próximo, não há intenção, então não é pênalti’. Ele falou assim: ‘Exatamente, não foi pênalti, mas o VAR tem que chamar, porque a decisão é dele’. Então só o árbitro que viu pênalti“, disse.

Após mais uma derrota na Libertadores, o Atlético-MG segue sem pontuar no Grupo G e ocupa a última posição. O próximo jogo do time, como já dito, será contra o Alianza Lima, no Mineirão, no dia 3 de maio, às 21h30.

Comentários estão fechados.

n