Galo não quer nem saber e vai propor contrato milionário a grande jogador

Recentemente, o Galo realizou a ampliação do vínculo e aumento da multa rescisória do meia Mateus Iseppe, de 17 anos. O contrato anterior do jogador tinha validade até 19 de julho de 2025, porém, com a renovação, foi estendido até 31 de julho de 2026.

A cláusula de rescisão para clubes dentro do Brasil aumentou de R$ 8 milhões para R$ 24 milhões, o que gerou preocupação por parte dos torcedores. No entanto, o gerente geral das categorias de base do Atlético, Erasmo Damiani, em entrevista ao jornalista Breno Galante, afirmou que no momento certo, o clube irá sentar com o jogador para alterar o contrato.

Mateus Iseppe no profissional do Galo?

Na mesma entrevista, Erasmo Damiani abordou a perspectiva de uma possível promoção de Mateus Iseppe para a equipe profissional do Galo em um futuro próximo. Ao discutir aspectos que envolvem os jovens jogadores, ele compartilhou insights sobre o talentoso atleta de 17 anos.

Muitos torcedores do Atlético estão ansiosos para ver o promissor destaque da base em ação na equipe profissional. No entanto, o gerente das categorias de base explicou as razões pelas quais o meia-atacante ainda não foi convocado para fazer parte do elenco principal.

Iseppe treina bastante no profissional. Estamos vendo sobre a participação dele. Mas eu acho que o momento certo vai acontecer, mas nós não podemos, só porque ele está indo bem no Sub-17, colocar ele no profissional, e, daqui a pouco, ele entra num jogo e não vai bem. Aí todo aquele encanto do torcedor vai por água abaixo. Em vez de colocar o atleta para cima, ele vai sentir”, disse Erasmo Damiani.

Nascido no ano de 2006, Mateus Iseppe tem se destacado como o principal artilheiro do Brasileirão Sub-17, tendo marcado nove gols em apenas sete partidas. Sua performance tem chamado a atenção, especialmente por um gol marcado do meio do campo e por um hat-trick contra o Cruzeiro.

Comentários estão fechados.

n