Galo pode desembolsar bolada milionária para trazer substituto de Rodrigo Caetano

O Galo segue de olho no substituto de Rodrigo Caetano para o cargo de diretor de futebol. Um dos nomes mais comentados nos últimos dias foi o de João Paulo Sampaio, diretor de base do Palmeiras, que de acordo com Lucas Tanaka, possui multa acima de R$2 milhões, além de um salário na casa dos R$ 350 mil.

Ainda segundo a fonte já citada, João Paulo Sampaio já negou alguns convites do futebol brasileiro para ser diretor de futebol, além de convites da CBF. Uma negociação pelo profissional seria bem complicada, visto que ele é bem quisto no Palmeiras.

Opções no Galo

A chance de Victor Baggy assumir o papel de diretor de futebol do Galo está se tornando mais concreta. O nome do ex-goleiro, que atualmente ocupa o cargo de gerente de futebol no clube, tem ganhado destaque nos últimos dias.

O ídolo é uma figura constante no vestiário durante os dias de jogos e nos treinamentos. Ele assumiu o cargo de gerente em março de 2021, e conta com a confiança e o apoio dos jogadores.

Alguns deles, como Arana, Everson e Igor Rabello, chegaram a jogar com o ex-goleiro antes de sua aposentadoria, ao final da temporada de 2020. Victor investiu em sua formação, obtendo diplomas em educação física, além de ter concluído cursos de Gestão Técnica do Futebol e de Executivo da CBF.

Outra possibilidade considerada foi a de Alexandre Mattos, que atualmente está no Vasco, mas de acordo com o ge, as chances são nulas. Vale recordar que ele já ocupou essa posição no clube e foi demitido em janeiro de 2021 pelo presidente Sérgio Coelho.

Comentários estão fechados.

n