Hulk abre o jogo e revela principal motivo para ter se tornado o melhor atacante do Brasil

O atacante Hulk, um dos maiores ídolos da história do Atlético, concedeu entrevista recente ao podcast “45 + 3” da Conmebol Libertadores, e falou sobre alguns temas. O artilheiro explicou que sua mudança de postura, de hábitos alimentares e de quilometragem percorrida após os 30 anos, foram fundamentais para ele, mesmo com idade avançada, continuar jogando em alto nível.

Além de explicar a “receita” de seu sucesso, o atacante foi questionado pelo jornalista André Hernan a respeito de uma possível aposentadoria no Galo. O camisa 7 deixou a questão em aberto, apesar de indicar que é o caminho mais provável.

Então… Hoje, eu posso dizer que eu vou me aposentar no Galo, mas a gente nunca sabe o dia de amanhã. Eu vou procurar me cuidar para estar bem… Fisicamente, taticamente, entendeu? Porque a gente sabe a responsabilidade que é vestir essa camisa. Eu sei que eu tenho que estar no meu melhor nível para poder fazer parte desse plantel. Eu me cuido muito para isso. Para que, se Deus quiser, eu fique aqui por muitos anos ainda“, disse.

Já são 131 jogos com a camisa preta e branca, com 79 gols e 21 assistências, além de quatro artilharias e seis títulos. Hulk conquistou três estaduais (2021, 2022 e 2023), Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro em 2021, e Supercopa do Brasil no ano passado.

Novo técnico da Seleção

Ainda durante o podcast, Hulk deu sua opinião sobre o próximo técnico da Seleção Brasileira. Segundo ele, talvez seja a hora de termos um treinador gringo a frente da Canarinho, mas citou o próprio Ferrnando Diniz, treinador do Fluminense, para o cargo – vale lembrar que o plano A ainda continua sendo o italiano Carlo Ancelotti do Real Madrid.

Comentários estão fechados.

n