Inauguração da Arena MRV expôs enorme problema no estádio

No último sábado (15), a Arena MRV teve seu primeiro evento de inauguração, o chamado ‘Nascimento do Campo’. Nesse dia foram realizadas as instalação das traves, marcação do gramado, os primeiros chutes a gol, além de shows da banda Sambô e da cantora mineira Aline Calixto.

No entanto, apesar do dia festivo, alguns problemas na prestação de serviços foi algo criticado por alguns torcedores. A reportagem do “O Tempo Sports” entrevistou o turismólogo Frederico Queiroz, que reclamou da dificuldade em acessar o estacionamento.

Quando cheguei tive um certo desconforto no estacionamento. Paguei R$ 40 antecipadamente e me disseram que estavam esgotadas as vagas e, consequentemente, não poderia parar. Somente quando eu ameacei chamar a Polícia Militar, pois havia pago, é que liberaram o acesso. Para a minha surpresa, havia muitas vagas. Não entendi o motivo disso ter acontecido”, disse.

Outro a mostrar indignação foi o consultor de vendas Daniel Rocha, que tratou a experiência na arena como a pior possível. De acordo com ele, havia muita desinformação, desde a portaria até os seguranças, tratando aquilo como uma grande falta de respeito.

Outros eventos

Além do ‘Nascimento do Campo’, o Atlético ainda planeja mais alguns eventos de inauguração, e apesar de não ter as datas definidas, a programação-base já está feita. Veja:

  • Arrepia BH: inauguração do sistema de iluminação com efeitos cênicos;
  • Lendas do Galo: jogo-exibição com os ídolos do Galo e show do cantor Zeca Pagodinho;
  • Inauguração oficial: amistoso do Atlético contra uma equipe internacional e show de Nando Reis;
  • Sacode BH: shows de artistas como Ivete Sangalo, César Menotti e Fabiano e o grupo Jota Quest, além de uma atração internacional a ser definida.

Comentários estão fechados.

n