Instituto Galo faz a DIFERENÇA e Dunga ‘agradece’ em nome do povo gaúcho

O ex-volante Dunga, tetracampeão mundial com a Seleção Brasileira, expressou gratidão ao Instituto Galo pelas contribuições destinadas à reconstrução de residências de famílias afetadas pelas inundações no Rio Grande do Sul. O “pronunciamento” foi feito através de suas redes sociais.

“Passando para agradecer o Instituto Galo, que eu já era fã e sou mais agora. Vocês me ajudaram, ajudaram o Tinga, a Santa Casa e várias instituições de Porto Alegre. Gratidão, não tem outra palavra a não ser essa. Mesmo sendo de fora do Rio Grande do Sul vocês trouxeram os recursos para a gente poder ajudar”, disse Dunga.

Sob a liderança do citado, o Instituto que leva seu nome está à frente do Seleção do Bem, uma iniciativa destinada a ajudar famílias impactadas pelo desastre climático no Rio Grande do Sul. O Atlético, através da associação, contribuiu com uma doação de R$ 100 mil para apoiar esse projeto.

O Instituto Galo que opera como uma entidade sem fins lucrativos, com um orçamento independente do clube. Seus projetos são financiados através de contribuições mensais de colaboradores, leilões, incentivos fiscais e uma parte do faturamento gerado pela Arena MRV.

Instituto Galo com novidade

Na noite da última terça-feira (18), uma cerimônia marcou a admissão de 80 novos conselheiros no Instituto Galo. O evento aconteceu na sede do clube, situada no bairro de Lourdes, na Região Sul de Belo Horizonte.

Os novos conselheiros se comprometeram a apoiar a associação com três contribuições mensais consecutivas. Além disso, eles não devem ter condenações penais confirmadas em segunda instância, mesmo que ainda pendentes de decisão final.

Os novos conselheiros também têm outras responsabilidades definidas pelo próprio Instituto Galo. Essas incluem “assumir suas funções com o compromisso de contribuir de maneira significativa para o desenvolvimento e a consolidação da instituição”.

Comentários estão fechados.

n