Jogador do Atlético-MG se aposenta e vira piloto de avião

Rômulo Traugott Binder, conhecido apenas como Rômulo, desempenhou o papel de goleiro pelo Atlético-MG de 1986 a 1991. Ele emergiu das divisões de base do clube e acumulou 102 partidas, sofrendo apenas 58 gols.

Durante seu tempo na equipe, Rômulo contribuiu para a conquista de dois títulos estaduais e também venceu o Torneio Ramón de Carranza em 1990. Após sua carreira como jogador de futebol, ele optou por seguir uma carreira na aviação.

Relação Atlético-MG, Palmeiras e aviação

Pode parecer confuso, mas existe relação. O goleiro do Palmeiras, Weverton, está à beira de conquistar sua licença de piloto privado de avião, já que recentemente, passou no exame prático necessário para obter o Certificado de Conhecimentos Teóricos (CCT).

O CCT é emitido para os candidatos que alcançam uma pontuação mínima de 70% de acerto em cada uma das cinco disciplinas abordadas, somando um total de 100 questões. As áreas avaliadas incluem conhecimentos técnicos, meteorologia, navegação, regulamentos de tráfego aéreo e teoria de voo – o exame é conduzido pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), e ele obteve uma aprovação com uma pontuação de 87%.

Agora, Weverton terá que obter a licença de piloto de avião privado, a partir de um exame clínico para verificar suas condições de saúde. Após obter o Certificado Médico Aeronáutico (CMA), o goleiro poderá iniciar as aulas práticas.

Serão necessárias, no mínimo, 35 horas de aulas práticas para que Weverton possa realizar um voo solo, no qual demonstrará ao examinador sua capacidade de pilotar a aeronave e executar manobras de segurança de acordo com as normas estabelecidas. Se for aprovado, ele receberá o Certificado de Habilitação Técnica (CTH).

Comentários estão fechados.

n