Jogador do Galo sofre preconceito por posicionamento político

O economista de orientação libertária, Javier Milei, de 53 anos, conquistou a vitória sobre o peronista Sergio Massa no segundo turno da eleição presidencial argentina, e dessa forma, assumirá a presidência do país vizinho pelos próximos quatro anos. O volante do Galo, Battaglia, esteve a favor do eleito.

Com isso, diversos torcedores do Atlético o criticaram de forma contundente nas redes sociais, com o argentino tendo que se pronunciar por meio de seu X (antigo Twitter). Veja:

Battaglia que passou por uma artroscopia no joelho direito há cerca de um mês, em Belo Horizonte. O Galo informou que o procedimento foi bem-sucedido, sendo conduzido pela equipe do diretor médico do clube, Rodrigo Lasmar.

O “hermano”, desde então, está em período de fisioterapia, mas o Atlético não divulga a estimativa de tempo para o seu retorno. O camisa 21 compartilhou uma publicação em suas redes sociais ao deixar o hospital.

“Já saindo da clínica, gostaria de agradecer ao Atlético e ao staff de médicos pela ajuda. (Obrigado) a todos pelas mensagens de apoio, massa. Vamos recuperar e voltar ainda mais fortes”, publicou Battaglia.

Vale lembrar que o meio-campista saiu do clássico contra o Cruzeiro com desconforto no joelho direito, e os exames revelaram uma lesão no menisco lateral. O jogador vinha sendo titular da equipe, participando de 34 jogos e marcando um gol.

Battaglia de saída do Galo?

Segundo o jornalista Sebastián Srur, da rádio Continental, da Argentina, o River Plate está monitorando a situação de Battaglia, que tem contrato com o Galo até o final do ano que vem. De acordo com ele, a renovação de vínculo é vista como difícil.

Comentários estão fechados.

n