Jornalista sai em defesa de jogador criticado pela torcida do Atlético-MG

Cristian Pavón conquistou uma posição de titular no Atlético-MG quando a equipe era treinada por Eduardo Coudet. No entanto, durante a transição do comando técnico para Felipão, o argentino passou a desempenhar novas funções em campo, sendo até mesmo chamado de “jogador tático” pelo atual treinador.

No programa O Tempo Sports, da FM O Tempo 91,7 de ontem, o jornalista Breno Galante discutiu suas opiniões sobre as críticas em relação às últimas atuações de Pavón, que não marcou gols em suas últimas sete partidas. Veja o vídeo:

Queda de Pavón e ascensão de dupla de ataque do Atlético-MG

Se Pavón não vive seu melhor momento com a camisa do Atlético-MG, seus companheiros de ataque, Paulinho e Hulk, igualaram o número registrado por duplas de ataque do clube nos anos de 2016 e 2017. Bom ressaltar que juntos, eles combinam para 44 gols.

Buscando conquistar o título de artilheiro do Galo pelo terceiro ano consecutivo, o camisa 7 já registrou 23 gols em 47 jogos nesta temporada. Enquanto isso, o “cria” do Vasco marcou 21 vezes em 48 partidas até o momento.

Com seus números impressionantes, a dupla Hulk e Paulinho agora se iguala a Robinho e Pratto, que em 2016, fizeram 25 e 19 gols, respectivamente. Nesse mesmo ano, o Atlético-MG teve um desempenho notável, alcançando a vice-campeonato no Estadual, chegando às quartas de final da Copa Libertadores, sendo vice-campeão da Copa do Brasil e terminando em quarto lugar no Campeonato Brasileiro.

Em 2017, Fred se destacou ao marcar 30 gols, enquanto Otero contribuiu com 14 bolas na rede. Nessa temporada, o Galo conquistou o título mineiro, mas foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores, nas quartas da Copa do Brasil e terminou em nono lugar no Campeonato Brasileiro.

Comentários estão fechados.

n