Jornalista traz quentinha sobre retorno de Savarino

O ano se aproxima e os nomes que normalmente são cotados nas janelas de transferências voltam à mídia, como é o caso de Jefferson Savarino. O venezuelano brilhou com a camisa do Atlético Mineiro em 2021 e 2022, mas deixou a Cidade do Galo de uma forma trágica e até misteriosa para alguns torcedores.

Savarino era um dos principais jogadores do elenco do Atlético Mineiro e encerrou a trajetória em Minas Gerais com 21 gols em 99 partidas além de 6 títulos conquistados: Três Campeonatos Mineiro, uma Copa do Brasil, uma Supercopa do Brasil e um Brasileirão. A saída ao Real Salt Lake, dos Estados Unidos da América, girou em torno de R$ 12 milhões.

Muito difícil

A diretoria do Atlético Mineiro já planeja a próxima temporada com uma reformulação no elenco que, por duas temporadas consecutivas, decepcionou a torcida. Depois de uma Tríplice Coroa, o Galo não retornou à Semifinal da Copa Libertadores, não brigou pelo Brasileirão e nem pela Copa do Brasil.

Uma das apostas poderia ser o próprio Savarino. O Atlético Mineiro, o São Paulo e o Internacional procuraram o atacante no meio de 2023, mas não receberam respostas positivas. Na reta final do ano, a expectativa era de um possível acerto, apesar do contrato até 2025 junto ao Real Salt Lake.

O Atlético Mineiro, porém, está descartado. Segundo o jornalista Thiago Fernandes, a diretoria do Galo sequer foi procurada pelo staff de Savarino e já entende que um retorno é bastante improvável. Há o entendimento, ainda, da saída em 2022 ser fruto de um pedido do próprio atacante.

Esse vem?

Uma volta mais provável é de Bernard. O atacante que participou da inédita conquista da Copa Libertadores em 2013 e faz um ótimo início no Panathinaikos, da Grécia, tem vínculo até o meio de 2024. Jorge Nicola acredita no retorno, especialmente pelas manifestações do próprio Bernard.

Comentários estão fechados.

n