Meia do Galo se destaca e entra em Seleção do Brasileirão

Diante de uma queda brusca de rendimento na atual temporada, os torcedores do Galo seguem desacreditados com o momento do time, especialmente por terem ficado no topo das competições nacionais em 2021, com direito ao ‘Triplete Alvinegro’ e um elenco que aterrorizava os adversários. Contudo, no último sábado (17), a equipe mineira foi derrotada mais uma vez, por 1 a 0 pelo Avaí.

No ano anterior o time alvinegro contava com participação significativa dos atletas estrangeiros. De 146 gols marcados, 46 foram de jogadores gringos, o que representava 34%. Em 2022, diante dos 87 gols do Galo, 19 foram marcados por atletas de fora do Brasil, o que dá apenas 22%. O único que mantém desempenho semelhante é o meia argentino Nacho Fernández.

Nacho apareceu na lista feita pelo SofaScore de estrangeiros com as maiores notas do Brasileirão da atual temporada. O meia já balançou as redes em oito oportunidades e é o artilheiro estrangeiro do Galo, contando ainda com 11 rodadas pela frente na Série A do torneio. No ano anterior, Nacho marcou 10 gols. Contudo, na partida contra o Avaí, o jogador não conseguiu salvar o desempenho dos gringos.

Ocupando a sétima posição da tabela do Brasileirão, com apenas 40 pontos, o Atlético vive a expectativa da classificação para a Copa Libertadores de 2023, especialmente por ser o ano de inauguração de seu estádio próprio, a Arena MRV. A permanência do técnico Cuca para a temporada seguinte ainda é dúvida, já que desde sua volta, em 31 de julho, a equipe mineira venceu apenas duas vezes.

O próximo desafio do Atlético-MG será na quarta-feira (28), contra o Palmeiras, líder da competição, às 21:45h, pela 28ª rodada do Brasileirão. Na primeira posição, a situação do Palmeiras é tranquila, acumulando 57 pontos no torneio, oito do segundo colocado, o Internacional. No entanto, contará com alguns desfalques contra o Galo, inclusive do técnico Abel Ferreira, que foi expulso na última rodada.

Confira o time de estrangeiros com as maiores notas no Brasileirão:

Comentários estão fechados.

n