Milito traz explicações para mais uma derrota do Atlético-MG

O Atlético-MG atravessa uma fase difícil no Campeonato Brasileiro, com apenas uma vitória nos últimos sete jogos. A equipe tem sofrido gols no início das partidas e enfrentado expulsões ainda no primeiro tempo, e segundo o técnico Gabriel Milito, o time entrou em uma “dinâmica negativa”.

No revés para o Botafogo, o Galo levou um gol aos 12 minutos e teve Igor Rabelo expulso aos 23 do primeiro tempo. Durante este período de mau desempenho, o time tem enfrentado muitos desfalques devido a jogadores lesionados, suspensos e convocados para seleções, mas o argentino evita usar essas circunstâncias como desculpa, preferindo assumir a responsabilidade.

A confiança no grupo permanece elevada, já que Milito enfatiza que este mesmo elenco já demonstrou respostas positivas no Campeonato Mineiro, na Copa Libertadores e no Campeonato Brasileiro. Ele defende a necessidade de resistir à fase atual.

“Estamos em um momento muito difícil, uma dinâmica negativa, adversa. O primeiro chute ao gol nos marcam um gol, não é o primeiro jogo que nos acontece isso. Depois, uma vez mais, nos expulsam um jogador. Prefiro ser responsável e não falar disso, porque na derrota isso soa como desculpa. Sei que se saem de situações como esta, porque temos bons jogadores. Mas temos que aguentar esse momento. Custa muito, mas temos que aguentar”, disse Milito.

Atlético-MG em queda

O Atlético-MG desceu para o 12º lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, somando 18 pontos, e agora está sete pontos atrás do G6. Este foi o terceiro jogo consecutivo sem vitória para a equipe.

O Galo volta a campo nessa quinta-feira (11), ás 21h30, para enfrentar o São Paulo na Arena MRV. A partida é válida pela 16° rodada.

Comentários estão fechados.

n