Pipoqueiro? Passou vexame no Galo e agora foi humilhado em novo clube

Ontem, o Internacional de Eduardo Coudet, ex-Galo, acabou sendo eliminado da Copa Libertadores de forma impressionante. Até os 35 minutos do segundo tempo, o Colorado estava se classificando a final da competição, pois vencia por 1 a 0.

No entanto, em um intervalo de seis minutos, o Fluminense virou o jogo com John Kennedy e Germán Cano. Na rede social X, antigo Twitter, o jornalista Heverton Guimarães aproveitou da eliminação do Internacional para “cutucar” Coudet.

Ex-Galo ficou abatido

O ex-técnico do Galo ficou visivelmente abalado com a derrota. O sempre entusiasmado e agitado argentino mostrou sua decepção pela queda do Internacional na semifinal da Libertadores, e expressou o quanto a eliminação foi dolorosa e representou o fim do sonho.

Ao contrário de sua habitual eloquência, Coudet, desta vez, lutava para encontrar as palavras certas. Ele repetiu várias vezes que estava incrédulo com o que havia acontecido, já que sua equipe sofreu dois gols em apenas seis minutos, o que causou um grande impacto, especialmente devido às oportunidades desperdiçadas durante a partida.

Fechamos espaço para que não criassem e tentamos marcar. Depois cedemos a bola ao Fluminense, mas não corremos riscos. Tivemos pelo menos cinco chances claras para matar o jogo. Baixamos as linhas para sair com espaço e aproveitar a velocidade do Valencia. Ainda não acredito como perdemos este jogo e que não matamos o jogo“, disse Coudet.

O “hermano” enfrentará o desafio de reunir a equipe e levantar o ânimo após a derrota. Agora, os gaúchos concentrarão seus esforços no Campeonato Brasileiro – nesse domingo (8), às 16h, está agendado o Gre-Nal 440, que é válido pela 26ª rodada da competição.

Comentários estão fechados.

n