Qual o segredo para marcar Hulk?

Atleta que vem se destacando no América-MG, e peça importante da defesa, o zagueiro Iago Maidana afirmou durante entrevista ao programa Bastidores de quinta-feira (15), que diante da sequência de clássicos entre o Coelho e o Galo, que se enfrentaram pelo Campeonato Mineiro, pelo Brasileirão e na Libertadores, aprendeu a marcar um jogador de peso do rival. O atacante Hulk foi o nome citado.

Maidana ressalta que o atacante, ídolo indiscutível do elenco alvinegro, usa muito o corpo nas jogadas, por isso “não pode encostar muito nele”, já que Hulk busca o contato. O zagueiro foi jogador do Galo, disputou 45 partidas, balançou as redes em uma oportunidade e foi campeão estadual. Por duas temporadas, Maidana permanecia entre a titularidade e o banco de reservas.

Revelado pelo próprio atleta, a falta de oportunidades no elenco principal foi o fator determinante para deixar o clube mineiro e ainda acha que poderia ter recebido mais minutos em campo. A estreia pelo Atlético foi em um momento negativo, na derrota para a Caldense por 2 a 1, no dia 10 de fevereiro de 2018, no Independência, pelo Campeonato Mineiro.

Hulk pode ser dúvida para enfrentar o Avaí

Ainda questionado sobre sua saída, o zagueiro afirma que foi uma boa oportunidade atuar pelo Atlético, que não guarda rancor, mas ainda bate na tecla da falta de oportunidades. No América, Maidana cita a qualidade da diretoria e a presença de dirigentes que passam confiança aos jogadores, algo que na época que atuou pelo Galo, sentia falta.

O próximo desafio do Atlético é válido pela 27ª rodada do Brasileirão, quando enfrenta o Avaí, no sábado (17), no Estádio da Ressacada. A dúvida para a equipe ainda é do atacante Hulk, que saiu com uma pequena lesão muscular na panturrilha esquerda na partida contra o Atlético-GO, última vitória da equipe mineira no campeonato.

Comentários estão fechados.

n