Queridinho da torcida do Atlético é demitido e está desempregado

O técnico Jorge Sampaoli, que teve uma boa passagem pelo Atlético em 2020, acabou sendo demitido pelo Sevilla, da Espanha, e está livre no mercado. Ele deixa o clube na 14ª colocação do Campeonato Espanhol, com 28 pontos, apenas dois acima da zona de rebaixamento. Veja parte da nota oficial:

O Sevilla FC rescindiu o contrato com o seu treinador, Jorge Sampaoli, após a derrota da equipe em Getafe, que voltou a colocar o time à beira do rebaixamento. O fato de a equipe não ter conseguido sair das posições mais baixas da tabela desde sua contratação como técnico e a imagem oferecida nas últimas partidas levaram o clube a tomar essa decisão, em busca de uma reação no time nos doze últimos dias que faltam para terminar a Liga“.

Em duas passagens pelo Sevilla, ‘Sampa’ disputou ao todo 84 jogos, venceu 40 partidas, empatou 18, perdeu 26, com 141 gols a favor e 109 contra. O clube pretende anunciar o sucessor do argentino ainda nesta terça-feira (21) e três nomes despontam como favoritos: José Bordalás, Marcelino García e José Luis Mendilibar.

Segundo o jornalista Jorge Nicola, Sampaoli pode virar uma sombra ao trabalho de Vítor Pereira no Flamengo, mesmo após o Rubro-Negro ter eliminado o Vasco e conseguido a classificação para a final do Campeonato Carioca. De acordo com ele, o treinador e o presidente do clube carioca, Rodolfo Landim, mantém conversas há algum tempo.

Motivos da demissão

Além dos péssimos resultados em campo, o jornal Marca, da Espanha, noticiou que a relação de Sampaoli com os jogadores do Sevilla já estava rompida. Além disso, a diretoria do clube já não confiava mais no trabalho do ‘hermano’.

Comentários estão fechados.

n