Renato perde a cabeça e briga com jornalista para defender ex-atacante do Atlético

Após a derrota do Grêmio por 2 a 1 para o Botafogo em Cariacica, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Renato Gaúcho se envolveu em uma discussão com um jornalista durante a coletiva. Na ocasião, o treinador defendeu o atacante argentino Pavón, que anteriormente jogou no Atlético.

O técnico aguardou a pergunta do primeiro jornalista para expressar seu desconforto com uma colocação feita pelo profissional no jogo anterior. Segundo ele, o repórter teria afirmado que o argentino jogou a camisa do Tricolor no chão.

Imediatamente, o jornalista se defendeu e afirmou que não tinha feito tal comentário. Logo depois, outro repórter admitiu ter feito essa afirmação durante a coletiva.

“Então a você, eu te pergunto, me mostra ele jogando a camisa no chão. Vocês querem respeito, respeitem. Nós estamos aqui, respondemos sempre as perguntas de vocês, somos educados, e vocês vêm querer fazer onda, inventar coisas. Da próxima vez que inventarem, não respondo mais pergunta de vocês. Inventar uma situação é diferente”, disse Renato.

No jogo contra o Flamengo, na última quinta-feira (14), Pavón, após ser substituído, demonstrou irritação ao sair de campo, já que chutou um copo d’água perto do banco de reservas. Até agora pelo Grêmio, ele participou de 15 partidas, marcando três gols e contribuindo com cinco assistências.

E pelo Atlético?

Em julho de 2022, Pavón chegou ao Atlético com grandes expectativas da torcida. Sua trajetória destacada no Boca Juniors (Argentina) e no Los Angeles Galaxy (Estados Unidos), além das convocações para a seleção argentina, confirmavam a contratação de um jogador de renome.

Apesar de ter marcado belos gols e fornecido várias assistências pelo Galo, o atacante não conseguiu se estabelecer como titular. Além disso, não foi unanimidade entre os torcedores durante sua passagem pelo clube.

Comentários estão fechados.

n