Ronaldinho ‘premeditou’ drible épico para ganhar churrasco em APOSTA

O memorável drible de Ronaldinho Gaúcho em Dunga durante a final do Campeonato Gaúcho de 1999, entre Grêmio e Internacional, se tornou um marco na história do futebol brasileiro. Segundo o próprio, o lance foi planejado.

Na época, o “Bruxo”, jovem revelado pelo Tricolor, enfrentou o ex-volante, capitão da Seleção Brasileira tetracampeã mundial que defendia o Inter. Durante a partida em que sua equipe conquistou o título estadual, o craque aplicou um chapéu seguido de um drible de letra espetacular.

Segundo Ronaldinho, ele havia planejado executar o drible em Dunga e até fez uma aposta com um amigo de que conseguiria realizá-lo. O ex-camisa 10 ganhou um churrasco como prêmio por cumprir a aposta.

“Teve aposta envolvida. Eu falei que ia dar esse drible nele. Na semana desse Grenal, teve uma discussão na televisão, que eu tinha feito uma falta no outro jogo. Ficou durante a semana essa polêmica. Aí eu comecei a treinar e disse: ‘Se eu pegar ele no cantinho, eu vou dar esse drible nele’. Aí outro parceiro disse que duvidava. Apostamos e eu disse que se a gente tivesse ganhando e eu pegasse ele no cantinho, eu daria o drible. Aí eu ganhei um churrasco”, disse Ronaldinho, ao canal ‘Desimpedidos’.

Naquele jogo memorável, além dos dribles espetaculares em Dunga, o “Bruxo” também marcou um golaço que selou a vitória do Grêmio e o título gaúcho. Ele aplicou uma bela caneta em Anderson Luís, fez uma tabela com o volante Capitão e finalizou com precisão na saída de André.

Massa se agita com Ronaldinho

Na mesma entrevista, Ronaldinho apontou a torcida mais diferenciada do futebol brasileiro. Ele exaltou a do Atlético, colocando-a como “diferente de tudo”.

Comentários estão fechados.

n