Soltou no ventilador: Michel Bastos não alivia nem 1% e DETONA ex-treinador do Atlético

Ex-jogador da Seleção Brasileira, Michel Bastos foi direto ao expressar sua opinião sobre o técnico Cuca, com passagem vitoriosa no Atlético. Durante uma entrevista no programa Arena SBT, transmitido na última segunda-feira (24), o ex-meia afirmou que o citado foi a “pior pessoa com quem trabalhou”.

A declaração foi feita durante a discussão dos comentaristas sobre a saída do treinador da direção técnica do Athletico-PR. Além disso, ainda houve as fortes declarações de Mário Celso Petraglia, presidente do clube.

“Tecnicamente é um bom treinador. Como pessoa, é o pior com quem eu trabalhei. Como pessoa. Como treinador, acho ele bom treinador. O Cuca, no período em que estivemos no Palmeiras, aconteceram algumas coisas. O treinador, para mim, tem que ter um trabalho psicológico de grupo e o Cuca, pelo menos no período em que trabalhou comigo no Palmeiras, tinha zero isso”, disse Michel Bastos.

Vale destacar que ambos trabalharam juntos no Palmeiras em 2017, quando o comandante retornou ao clube alviverde, e na temporada anterior, ele havia sido o técnico durante a conquista do Campeonato Brasileiro, mas deixou o Verdão logo após o título. No entanto, alguns meses depois, o curitibano voltou ao comando da equipe.

Atlético também está na lista

Esse “abandono” de Cuca com o Athletico-PR é apenas mais um episódio de trabalhos interrompidos por vontade própria na trajetória do profissional. No Atlético por exemplo, ele fez isso em duas oportunidades.

Em 2013, depois de conduzir o Galo à conquista da Copa Libertadores, o técnico recebeu uma proposta do futebol chinês e decidiu não permanecer em Belo Horizonte. O Shandong Luneng anunciou o acordo enquanto o Alvinegro disputava o Mundial de Clubes.

Em 2021, depois de conquistar o Campeonato Mineiro, Brasileiro e Copa do Brasil, Cuca comunicou ao Atlético que não continuaria, citando questões familiares como motivo para sua saída. Ele voltou no segundo semestre de 2022, mas acabou deixando o clube no final do ano citado em comum acordo.

Comentários estão fechados.

n