Técnico do Cruzeiro é pego de surpresa e faz as malas para Seleção

O técnico do Cruzeiro foi chamado para treinar a Seleção Brasileira, ação que aconteceu durante o mês de agosto e pegou muita gente de surpresa, já que isso não era esperado. O bom desempenho de sua equipe em comparação com os rivais foi o motivo da “convocação” do profissional.

O desenvolvimento do vôlei brasileiro segue um passo à frente com o recente anúncio da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). Em uma decisão estratégica, a entidade lançou um programa de intercâmbio entre treinadores, partindo com a seleção masculina que se prepara para o Campeonato Sul-americano e o Pré-olímpico, em Saquarema-RJ.

Este programa pioneiro surgiu com o intuito de promover a troca de conhecimentos e experiências, potencializando assim o desenvolvimento do esporte no país. O primeiro treinador a participar foi Filipe Ferraz, comandante do Sada Cruzeiro. Ele teve a oportunidade de passar uma semana em Saquarema, acompanhando os treinos da Seleção Brasileira. Este período foi marcado por uma intensa troca de experiências e conhecimentos.

“Esse intercâmbio de treinadores e a proximidade são muito importantes. Gosto de aprender e conhecer os diferentes métodos de trabalho. O centro de treinamento de Saquarema tem estrutura diferenciada impressionante, é a melhor escola que poderia existir. Fico feliz de participar dessa iniciativa para conhecer os processos de trabalho das seleções masculina e feminina.”, disse Filipe Ferraz ao portal WebVôlei.

A CBV destaca que esta ação é apenas o começo e que a intenção é que o programa seja mantido, fazendo com que outros técnicos e auxiliares participem ao longo das temporadas de seleções. Desta forma, mais profissionais poderão aprender e crescer a partir desta nobre iniciativa.

Comentários estão fechados.

n