Torcida do Atlético vai à Loucura e ‘cobra’ árbitro após Santos x Goiás

O árbitro Rodrigo José Pereira de Lima, que conduziu a partida em que o Palmeiras venceu o Atlético por 4 a 0 na Arena MRV pelo Campeonato Brasileiro, voltou a ser alvo de críticas por parte de alguns torcedores atleticanos. Responsável pela expulsão de Hulk na última segunda-feira (17/6), o pernambucano arbitrou o jogo da vitória do Santos sobre o Goiás por 2 a 0, pela Série B, gerando questionamentos sobre seu critério.

Vale lembrar que aos 31 minutos do primeiro tempo, o camisa 7 foi alvo de falta no meio-campo e dirigiu-se ao árbitro para expressar sua reclamação. Ele interpretou o tom das palavras do atacante como excessivo e decidiu expulsá-lo, mostrando-lhe dois cartões amarelos consecutivos.

Com isso, alguns torcedores do Galo compartilharam em redes sociais momentos do jogo entre Santos e Goiás, onde o árbitro Rodrigo José Pereira de Lima foi criticado de forma acintosa pelos jogadores, mas optou por não expulsá-los da partida. Veja:

Atlético x Palmeiras ainda repercute

O jornalista Mauro Cezar Pereira comentou sobre a expulsão de Hulk na partida entre Atlético e Palmeiras. Ele avaliou que a decisão do árbitro Rodrigo José Pereira de Lima foi “rigorosa”, mas enfatizou que a conduta do artilheiro durante o jogo foi “indefensável”.

“Quando o árbitro leva uma quase peitada, um cara a cara, dentro do campo do Atlético, o jogador está tentando intimidar e acovardar o árbitro. Isso não pode ser tolerado. Ele exagerou e foi rigoroso? Ele poderia ter falado grosso, falando ‘abre teu olho, que eu vou te expulsar’, e sair de perto. Ele poderia ter feito isso. Acharia mais adequado. (…) Acho que foi tudo muito precipitado da parte do árbitro”, disse Mauro Cezar Pereira.

Comentários estão fechados.

n