Torcida se revolta após pedido de demissão vir à tona no Atlético-MG

O Atlético-MG foi novamente derrotado no Campeonato Brasileiro, e dessa vez, o revés foi para o Botafogo, por 3 a 0. A equipe venceu apenas um dos últimos sete jogos, e alguns torcedores iniciaram um debate sobre uma eventual demissão do técnico Gabriel Milito.

Na internet, alguns torcedores estão utilizando a hashtag “ForaMilito”, mas essa parece ser uma minoria significativa, pelo menos no X (antigo Twitter). A maioria dos torcedores do Galo tem concentrado suas críticas nos dirigentes e proprietários da SAF, responsabilizando-os pelo planejamento deficiente e pela falta de reforços.

Após o jogo diante do Flamengo, na semana passada, uma das postagens mais destacadas nas redes sociais foi feita por Lucas Tanaka, considerado um influenciador entre os torcedores. Ele destacou que o elenco foi negligenciado pela gestão.

“Tô fechado contigo (Milito), meu amigo e não abro mão. Tu já mostrou que é brabo. Eu vou cobrar de quem eu acho que devo cobrar. Podem discordar, respeito a todos, mas eu não vou fritar um técnico bom por causa de um ELENCO sucateado!”, escreveu Lucas Tanaka.

A maior parte das reações ao post sugere que a demissão do argentino seria altamente impopular entre os torcedores do Atlético-MG. Embora muitas publicações reconheçam que ele cometeu erros, há um entendimento de que o técnico mostrou resultados muito positivos quando teve todos os jogadores disponíveis.

A crise do Atlético-MG

Horas após a derrota do Atlético-MG para o Botafogo no estádio Nilton Santos, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, a sede do clube em Lourdes foi alvo de pichações com a frase ‘4 rato$’. O protesto refere-se ao grupo de empresários que controla a SAF alvinegra.

Comentários estão fechados.

n