VISHI! Técnico corrido pela organizada do Atlético é DEMITIDO no Sul

O técnico Eduardo Coudet, ex-Atlético, saiu do comando do Internacional após a derrota por 2 a 1 para o Juventude no Beira-Rio, no primeiro jogo da terceira fase da Copa do Brasil. A saída do argentino foi anunciada pelo presidente do Colorado, Alessandro Barcellos, em declaração após o confronto.

Segundo o mandatário, a decisão de saída foi tomada em consenso. Ele explicou que o clube concluiu que era o momento de dispensar o treinador, enquanto o “hermano” chegou à conclusão de que era o momento certo para deixar o Inter.

“Momento extremamente difícil, uma partida que tínhamos a expectativa de fazer a vitória. Decidimos pelo desligamento do técnico Eduardo Coudet compreendendo que chegamos a um momento que a gente constata que por mais que tenhamos força, vontade de irmos de encontro a lógica do futebol brasileiro que nos cobra resultado, a gente percebe no dia a dia quando as coisas começam a não ter mais aderência e sintonia que o futebol exige”, disse Alessandro Barcellos.

Essa foi a segunda vez que o treinador comandou o Internacional. Sua primeira passagem foi de janeiro a novembro de 2020 e terminou quando o técnico solicitou a rescisão do contrato, alegando que seu pedido por reforços não foi atendido pela diretoria.

Antes de dirigir o Colorado, Eduardo Coudet teve passagens pelo Celta de Vigo e pelo Atlético. Ele foi anunciado pelo Alvinegro em novembro de 2022, mas acabou se envolvendo em conflitos com a diretoria e solicitou sua demissão após uma derrota para o RB Bragantino, pelo Campeonato Brasileiro, em 10 de junho do ano passado.

“Treta” no Atlético

Após a eliminação do Atlético nas oitavas de final da Copa do Brasil do ano passado, para o Corinthians, o argentino foi muito cobrado pela Galoucura, maior torcida organizada do clube. Ele chegou a ouvir que não era mais bem-vindo no clube, e pouco tempo depois, deixou Belo Horizonte.

Comentários estão fechados.

n