Atlético-MG já enviou chave-pix e R$ 28 milhões pingam nos cofres

O Atlético-MG, que se tornou o primeiro clube a garantir vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores, tem mais uma razão para celebrar. Além da classificação, o clube, que já vem obtendo bons lucros na competição, assegurou mais alguns milhões em sua receita.

Cada clube que participa da fase de grupos tem garantidos US$ 3 milhões (cerca de R$ 15,2 milhões). Acrescentando os US$ 330 mil (aproximadamente R$ 1,67 milhão) por cada uma das quatro vitórias nas primeiras quatro partidas, o Galo já acumula US$ 4,32 milhões (R$ 21,9 milhões).

Com mais US$ 1,2 milhão (R$ 6,1 milhões), a soma alcança US$ 5,52 milhões (R$ 28 milhões). Veja todas as premiações da Libertadores:

  • Fase de grupos: US$ 3 milhões (R$ 15,2 milhões)
  • Bônus por vitória: US$ 330 mil (R$ 1,67 milhão)
  • Oitavas de final: US$ 1,2 milhão (R$ 6,1 milhões)
  • Quartas de final: US$ 1,7 milhão (R$ 8,6 milhões)
  • Semifinal: US$ 2,3 milhões (R$ 11,6 milhões)
  • Vice: US$ 7 milhões (R$ 35,5 milhões)
  • Campeão: US$ 23 milhões (R$ 116,7 milhões)

Atlético-MG na Libertadores

Com o triunfo sobre o Rosario Central, o Atlético-MG alcançou os 12 pontos e já não pode ser alcançado pelos argentinos e pelo Caracas na classificação do Grupo G. Na próxima terça-feira (14), enfrentando o Peñarol, em Montevidéu, um empate basta para garantir a liderança da chave, já que os uruguaios possuem seis pontos.

Quanto à melhor campanha geral da competição, o Galo está disputando com o Bolívar, que ainda tem um jogo a disputar nesta rodada, sendo o outro clube com aproveitamento de 100% até o momento. Vale lembrar que o River Plate, o outro time que estava na disputa, empatou com o Nacional.

Comentários estão fechados.