Jornalista veste a camisa e afirma: “Aqui é Galo”

O jornalista Jaime Júnior ficou famoso na imprensa esportiva mineira por ser um dos narradores do Grupo Globo na última década. Apesar disso, no começo desse ano ele foi desligado da empresa e após algum tempo foi convidado para ser o locutor do novo estádio do Galo.

Durante sua passagem na Globo, Jaime precisava ser imparcial uma vez que narrava os jogos dos três grandes clubes de Minas Gerais e por conta disso quase ninguém sabia o seu time. Apesar disso, após ser contrato pelo Atlético, o narrador assumiu sua atleticanidade e entrevista à Galo TV se disse aliviado em poder falar qual é o seu time do coração:

“Agora pode falar tranquilo que eu sou Galo! É tão bom. É libertador poder dizer isso para as pessoas. Respeito todas as outras camisas, seguirei respeitando, mas quero curtir esse momento. […] Era o que eu mais gostava de fazer: transmitir futebol. Mas o que eu mais amo fazer é ver o Galo jogar. Eu tenho certeza que você, torcedor do Atlético, pensa da mesma forma que eu. Ver o Galo jogar é o que a gente mais ama.” começou a dizer.

Muito emocionado, ele explicou que sua relação com o Atlético foi algo que aprendeu com seu pai, ao escutar os jogos do Galo na sacada de sua casa do seu lado:

“Eu começo a arrepiar, porque a minha história com o Galo é eu e meu pai. Eu tenho que falar do meu pai. Eu sou atleticano por causa dele. Desde garotinho, a gente sentava no alpendre da minha casa. Radinho de pilha, e a gente ouvindo Vilibaldo Alves (ex-narrador) na Rádio Inconfidência.[…]Tenho a maior saudade de ver jogo com o papai. Eu queria muito que ele estivesse aqui. É o nosso time do coração. De algum lugar, ele vai estar acompanhando.” continuou a dizer.

J.Júnior relembra um episódio em que um tio tentou lhe presentear com uma camisa do Cruzeiro e seu pai, muito incomodado com o fato, expulsou o parente de sua residência:

“Vou contar uma história e espero que mamãe não fique brava. Uma vez, um tio meu chegou lá em casa e falou que ia me dar uma camisa do nosso rival. Meu pai mandou ele embora de casa. Expulsou ele de casa. Depois pediu desculpa, mas deu o recado. ‘Aqui é Galo, e o meu menino é Galo’. Não tem conversa.” revelou.

Jaime Júnior não vê a hora de estrear como narrador oficial do Galo

Por fim, Jaime se disse muito ansioso para a estreia na nova função, que ocorrerá no próximo domingo (27), quando o Atlético recebe o Santos na Arena MRV pela vigésima primeira rodada do Campeonato Brasileiro:

“É inexplicável. Colocar isso em palavras é difícil demais. Imagine para qualquer atleticano receber esse convite? Para qualquer atleticano fazer ou que eu vou fazer? É inexplicável. A ansiedade toma conta da gente. Eu já sou ansioso por natureza.” concluiu.

Comentários estão fechados.

n